Patrões e domésticas deverão formalizar novos direitos em contrato de trabalho - #Legislação / #Jurídico
 
INC EmpreendedorINC PautasINC NegóciosINC Curso Administração EmpreendedoraINC EditoraINC Divulgador
 

INCorporativa Empreendedor
login
Esqueci a senha

   
PAC-PME

 

 

Empreenda mais e melhor!
FAÇA O CADASTRO E GANHE:

- Palestra Empreender ou não empreender: eis a questão

- Nova edição da revista INCorporativa Negócios

 

E-mail
Nome:


Gerenciador Financeiro
móvel
       
  Bookmark and Share     
#Legislação / #Jurídico
Patrões e domésticas deverão formalizar novos direitos em contrato de trabalho

"Controle da jornada, hora extra e adicional noturno podem precisar de regulamentação para evitar conflitos na Justiça”, avalia professor da PUC-SP


  Views: 8094 - incorporativa.com.br - reprodução permitida com link para fonte
Esta pauta é de sua assessoria? Cadastre-se na Agência de Pautas INCorporativa.

 21/03/2013

Foi aprovada na noite da última terça-feira (19/03), em primeiro turno no Plenário do Senado Federal, a PEC das Domésticas. A votação em segundo turno e conclusão deve acontecer na próxima semana. A proposta amplia os direitos trabalhistas de domésticas, babás, cozinheiras e outros trabalhadores em residências. O texto estende aos trabalhadores domésticos 16 direitos já assegurados aos demais trabalhadores urbanos e rurais contratados pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), entre eles: seguro-desemprego; Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); garantia de salário mínimo, quando a remuneração for variável; adicional noturno; salário-família; jornada de trabalho de oito horas diárias e 44 horas semanais; hora-extra; e seguro contra acidente de trabalho.

O mestre em Direito do Trabalho e professor da pós-graduação da PUC-SP, Ricardo Pereira de Freitas Guimarães, ressalta que com a aprovação dos novos direitos, patrões e trabalhadores domésticos deverão formalizar a relação trabalhista.

“O ideal é que após a aprovação e regulamentação dos novos direitos dos domésticos, empregadores e trabalhadores formalizem a relação trabalhista em um novo contrato de trabalho. Evidente que alguns pontos da proposta precisam de uma melhor discussão como o controle de jornada, adicional noturno e a hora extra. São temas que na prática podem render uma série de problemas e, por isso, precisam ser bem regulamentados. Por exemplo, como controlar a jornada de um empregado que trabalha na sua casa? Esse controle será obrigatório tendo em vista que a CLT apenas determina a necessidade de controle para empresas com mais de 10 empregados?”, indaga o professor, que também é sócio do escritório Freitas Guimarães Advogados Associados.

O mestre em Direito do Trabalho avalia que a PEC deve ser aprovada e prevê um avanço necessário na regulamentação do trabalho doméstico. “Não há duvida que se trata de um avanço necessário para tornar o empregado doméstico de vez um verdadeiro cidadão com amplos direitos e deveres”, afirma.

Ricardo Guimarães ressalta que os processos que envolvem trabalhadores domésticos na Justiça do Trabalho estão entre os mais difíceis de serem julgados bem como os mais difíceis na realização de provas pelas próprias partes (empregados e empregadores). “Os juízes trabalhistas têm uma enorme dificuldade em julgar os casos de empregados domésticos, pois, normalmente as partes não têm testemunhas para provar os fatos. Além disso, atualmente pouca coisa é documentada, a relação é mais informal, o que muitas vezes dificulta a busca da verdade no processo”, explica o mestre em Direito do Trabalho.

O Brasil tem 7,2 milhões de empregados domésticos, sendo 6,7 milhões de mulheres e 504 mil homens, e aparece como o país com a maior população de trabalhadores domésticos do mundo em números absolutos, segundo estudo feito em 117 países pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Facebook xCurta a INCorporativa no Facebook
Twitter xAcompanhe pelo Twitter
Newsletter xReceba a Newsletter
Envie notícias xViu alguma notícia e quer que publiquemos? Envie-nos



Mais de hoje:
  30/10/2014 - Marketing jornalístico para empreendedores
  30/10/2014 - Elevação da Selic sugere nova estratégia do Banco Centr...
  29/10/2014 - Novidades para empresas do Supersimples em débito com o...
  29/10/2014 - Entraves jurídicos e tributários: desafios para empreen...
  28/10/2014 - A era da hiperinovação

 

 

 

 

px
Linked In
RSS Feeds Twitter
artigos
 
Publique seus Artigos
- Faça o login para publicar
 
Ernesto Berg
Você sabe escutar? Faça o teste
 
Janaina Nogueira
Adwords e Otimização de sites: uma união de sucesso
 
Helder Sampaio
A nossa percepção dos riscos
 
Paulo Massuno
Coaching Executivo
 
Pedro Paulo Morales
Estamos a caminho de um mundo Z?
 
JOCIENE
Impactos do desemprego tecnológico no mercado de trabalho
 
   
- Mais vistos - Ver todos

 
 
AGÊNCIA DE PAUTAS, HOJE
Assessoria, cadastre-se aqui

Visite o site
 
 
x
 
 
 
  Editora INCorporativa  
EDITORA INCorporativa
Desenvolvemos sua publicação empresarial - jornais, revistas, informativos. Saiba mais
A Editora INCorporativa mantém este site, além de uma revista online. Veja abaixo.
 
  Pautas INCorporativa   PAUTAS INCorporativa
Assessorias de comunicação publicam seus releases e sugestões de pauta.
O site divulga os textos nas redes sociais e o distribui a jornalistas cadastrados. Saiba mais
 
  incorporativa negócios   INCorporativa NEGÓCIOS
Revista online desenvolvida em conjunto com assessorias de comunicação. Saiba mais
 
  VOCÊ ESTÁ AQUI:
  INCorporativa Empreendedor   INCorporativa EMPREENDEDOR
Notícias e artigos de interesse ao empreendedor e seus colaboradores.
Cadastrados podem inserir artigos sobre negócios e utilizar o gerenciador financeiro Meu Dinheiro.
Acesse diariamente e atualize-se. Siga-nos no Facebook e Twitter.
 
       
 
Noticias e Artigos  
Administração
Artigos Diversos
Artigos dos leitores
Comércio Exterior
Editoriais
Empreendedorismo - MPE
Entrevistas
Especiais
Eventos. Cursos.
Finanças e Economia
Franchising
Legislação / Jurídico
Mídias/Redes Sociais
Marketing, publicidade, Marcas
 
 
 
 
Cadastro Nas Redes Sociais
Linkedin
Twitter
ME Adiciona
 
Institucional
Fale Conosco
Parcerias
Quem Somos
Termos de Uso
Política Privacidade
 
 
 
Mais
Sugerir artigos
Sugerir pauta
Afiliados
Meu Gerente
 
Marcas que Brilham
.
Meu Dinheiro
 
Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores. Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.

 

 

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2014.
Esta publicação online é gratuita, uma cortesia da 
© Editora INCorporativa - Comunicação e Produção Editorial

Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.