-
 
INC EmpreendedorINC Pautas..editora

 

Após 10 ANOS e 40.000 títulos publicados,
creio já ter feito o bastante pelo empreendedorismo,
ao menos por este canal.
Este site está à venda, completo, com domínio e clientes.
Entre em contato com sua proposta

 

INCorporativa Empreendedor
login
Esqueci a senha

Linked In
RSS Feeds Twitter

 

Divulgue-se!


FAÇA O CADASTRO

e publique seus artigos

 

E-mail
Nome:


Gerenciador Financeiro
móvel
       
  Bookmark and Share     
  15/12/2015 - Comemore com moderação!
  14/12/2015 - 5 dicas para tirar sua empresa do vermelho
  02/12/2015 - Comece com o que tem!
  18/11/2015 - Erro nosso de cada dia
  12/11/2015 - Sucesso: você tem disposição para pagar o preço?
  14/10/2015 - Dinheiro: tão importante quanto planejar é executar
1 2  3  4  5  6   
Crises efêmeras, empresas perenes!

Aporte de capital num cenário de incertezas e baixo nível de atividade econômica, com crédito escasso e juros elevados, pode parecer insensato


  Views: 16899 - incorporativa.com.br - reprodução permitida com link para fonte
Esta pauta é de sua assessoria? Cadastre-se na Agência de Pautas INCorporativa.

 27/01/2016 - Por Fernando Valente Pimentel*

Tornou-se redundante comentar a crise político-econômica brasileira, embora analisar suas consequências e danos que vem causando seja um saudável desabafo para quem enfrenta seus efeitos nocivos. Dentre os mais prejudicados por essa nebulosa conjuntura nacional incluem-se os 420 mil pequenos empreendedores que fecharam as portas de janeiro outubro desde ano, quase três vezes mais em relação a todo o ano de 2014. A situação de nosso país, infelizmente, é mesmo grave. No entanto, é preciso pensar na longevidade das empresas e no amanhã, quando a tempestade dissipar-se no horizonte.

O Brasil e o mundo já enfrentaram adversidades, em maior ou menor escala, como o grande crash de 1929, a recente crise internacional de 2008 e aqueles horríveis ciclos de megainflação em nosso país. Todas essas situações foram superadas, apesar de cada uma delas deixar sequelas marcantes. Agora, quando vivemos uma das mais graves situações de nossa história, não será diferente: a turbulência passará. A velocidade com que isso acontecerá dependerá muito das definições relativas ao quadro politico, mas a retomada do crescimento virá!

No enfrentamento da crise, há variáveis sobre as quais a sociedade não tem controle, como as políticas públicas e as decisões adotadas pelo Governo Federal e o Congresso Nacional. Podemos e devemos, sim, reivindicar medidas, sugerir alternativas, criticar os equívocos e manter permanente diálogo com as autoridades na busca de soluções. Nesse sentido, tem sido relevante a mobilização das entidades de classe representativas dos setores produtivos. Porém, não temos o poder final sobre as decisões, e muitas delas, para infelicidade geral desta Nação, têm sido contrárias ao bom senso e ao consenso da sociedade, dos empresários e dos trabalhadores.

Assim, além de insistir na legítima mobilização política, no exercício cívico das proposições e de utilizar com sabedoria o poder transformador do voto a cada eleição, é preciso, neste momento de aguda dificuldade, trabalhar com as variáveis sobre as quais temos maior controle e poder de decisão. Refiro-me à gestão das empresas, nas quais, felizmente, não trabalham os protagonistas das presentes desventuras brasileiras. Assim, por mais que seus equívocos possam prejudicar e impactar as companhias, eles não interferem diretamente nas nossas decisões .

Aí, o jogo é dos trabalhadores-empregadores brasileiros (sim, os empresários também são trabalhadores). E são poucos os que têm a sua capacidade de superação, criatividade, resiliência às dificuldades e coragem para enfrentar crises e empreender, conforme já se demonstrou em numerosas oportunidades, no contexto da historicamente instável economia de nosso país. Tanto assim que, apesar dos governos, construímos um dos maiores PIBs do Planeta. Alguns empresários têm até encontrado a alternativa de investir fora do Brasil, mas é hora de cuidarmos muito bem das empresas, buscando reduzir custos, ampliar a eficiência, obter ganhos de produtividade e investir em tecnologia e inovação.

Aporte de capital num cenário de incertezas e baixo nível de atividade econômica, com crédito escasso e juros elevados, pode parecer insensato. Contudo, cada um saberá a medida certa e o momento adequado para fazer isso. O importante é pensar e agir com eficácia no aprimoramento das empresas, pois a crise certamente passará, mas os negócios persistirão. Quem estiver bem preparado para a retomada do crescimento sairá na frente quando o Brasil recuperar-se dos problemas atuais. A crise é um grande mal, mas é efêmera e passará. Os negócios, contudo, precisam ser perenes!

Nesse sentido, as entidades de classe, assim como fazem na mobilização política em defesa de cada segmento e da economia nacional, desempenham papel importante. São polos de conhecimento, disseminadores de informação, depositários e catalisadores de experiências e boas práticas e promotores de eventos importantes para dinamizar o mercado, apresentar inovações e criar oportunidades de negócios. No âmbito de cada setor de atividade, é decisivo o foco nas empresas e no mercado como um todo. Vamos sobreviver e vencer!

*Fernando Valente Pimentel é o diretor-superintendente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

Facebook xCurta a INCorporativa no Facebook
Twitter xAcompanhe pelo Twitter
Newsletter xReceba a Newsletter
Envie notícias xViu alguma notícia e quer que publiquemos? Envie-nos



 

 

 

 

px
Sexualidade

egoi

artigos
 
Publique seus Artigos
- Faça o login para publicar
 
Allan Alves
10 dicas para aumentar a sua empregabilildade
 
Ernesto Berg
Todos Têm Aptidão para Liderar
 
proefi
Porque realizar uma pesquisa de Clima Organizacional
 
Helder Sampaio
Certificado Digital – Você ainda vai ter um!
 
H.R.Meirim
Médias e pequenas empresas estão começando a olhar para a atividade lo...
 
Paulo Massuno
Comunicação eficaz nas empresas
 
   
- Mais vistos - Ver todos

 
 
 
AGÊNCIA DE PAUTAS, HOJE
Assessoria, cadastre-se aqui
11:4  ABRAIDI integra Coalizão Interamericana de Ética no Setor de DMI

Visite o site
x
 
 
 
  Editora INCorporativa  
INCorporativa Comunicação
Comunicação e divulgação para empresas, profissionais liberais e produtos Saiba mais
 
  Pautas INCorporativa   PAUTAS INCorporativa
Assessorias de comunicação publicam seus releases e sugestões de pauta.
O site divulga os textos nas redes sociais e o distribui a jornalistas cadastrados. Saiba mais
 
  incorporativa negócios   INCorporativa NEGÓCIOS
Desenvolvemos sua publicação empresarial - jornais, revistas, informativos - Saiba mais
 
  VOCÊ ESTÁ AQUI:
  INCorporativa Empreendedor   INCorporativa EMPREENDEDOR
Notícias e artigos de interesse ao empreendedor e seus colaboradores.
Cadastrados podem inserir artigos sobre negócios e utilizar o gerenciador financeiro Meu Dinheiro.
Acesse diariamente e atualize-se. Siga-nos no Facebook e Twitter.
 
       
 
Noticias e Artigos  
Administração
Artigos Diversos
Artigos dos leitores
Comércio Exterior
Editoriais
Empreendedorismo - MPE
Entrevistas
Especiais
Eventos. Cursos.
Finanças e Economia
Franchising
Legislação / Jurídico
Mídias/Redes Sociais
Marketing, publicidade, Marcas
 
 
 
 
Cadastro Nas Redes Sociais
Linkedin
Twitter
ME Adiciona
 
Institucional
Fale Conosco
Parcerias
Quem Somos
Termos de Uso
Política Privacidade
 
 
 
Mais
Sugerir artigos
Sugerir pauta
Afiliados
 
PAC-PME
 
Meu Gerente
 
Marcas que Brilham
.
Meu Dinheiro
 
Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores. Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.

 

 

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2014.
Esta publicação online é gratuita, uma cortesia da 
© Editora INCorporativa - Comunicação e Produção Editorial

Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.