Apenas 60% dos emails marketing chegam à caixa dos destinatários - #Pesquisas / #Indicadores https://www.google.com/appserve/mkt/p/ABMBUQNF_ZZQIgLv7lqQNcSgvY2XHQqooDnzPrT-XURcaujJY2Rd0BUOgSoxn22cRrroXseTT_hpoLyOgzvCuSVAYFdcAPDvpAuF9gLgS074wgL4
 
INC EmpreendedorINC Pautas..editora

 

MASTER PROFESSIONAL - Crie 5 produtos altamente lucrativos

Após 10 ANOS e 40.000 títulos publicados,
creio já ter feito o bastante pelo empreendedorismo,
ao menos por este canal.
Este site está à venda, completo, com domínio e clientes.
Entre em contato com sua proposta

 

INCorporativa Empreendedor

Gerenciador Financeiro
móvel
       
#Pesquisas / #Indicadores Bookmark and Share    
  28/06/2015 - Como fica a Globo se Ricardo Teixeira falar numa delação ...
  14/11/2014 - Procrastinadores trazem prejuízos imensuráveis
  24/09/2014 - Pontualidade de pagamentos das MPEs reage em agosto
1 2  3  4  5  6   
Apenas 60% dos emails marketing chegam à caixa dos destinatários

Estudo da Return Path é um alerta para a necessidade de boas práticas nas campanhas comerciais; a média global de entregabilidade é de 83%.


  Views: 7770 - incorporativa.com.br - reprodução permitida com link para fonte

 23/09/2014

A cada 10 emails marketing enviados no Brasil, apenas seis chegam à caixa de entrada dos usuários. As demais mensagens são consideradas spam ou se perdem, após serem bloqueadas pelos provedores, que cada vez mais investem no refinamento de seus filtros. Os dados deixam o País na última colocação do ranking de entregabilidade, elaborado no estudo “Relatório de Benchmark de Entregabilidade 2014” da Return Path (http://br.returnpath.com), líder mundial em Email Intelligence.

No topo da lista, composta por nove países, Austrália e Alemanha aparecem empatadas com 89% das mensagens entregues, seguidos por Reino Unido e Estados Unidos (87%), França (84%), Canadá (83%), Itália (81%) e Espanha (76%). A média global de entregabilidade é de 83%. O estudo completo está disponível para download gratuito (http://landingbr.returnpath.com/Relatorio-de-benchmark-de-entregabilidade)

 Entregabilidade por País

 colocação Taxa País

 1º 89% Austrália -  Alemanha

 2º 87% Reino Unido -  Estados Unidos

 3º 84% França

 4º 83% Canadá

 5º 81% Itália

 6º 76% Espanha

 7º 60% Brasil

Para Louis Bucciarelli, country manager da Return Path no Brasil, os números são um alerta ao profissional de marketing. “Apesar de observarmos uma evolução positiva em ações de email marketing que já se beneficiam das melhores práticas e métricas de performance, o mercado de ecommerce brasileiro tem crescido rapidamente e há novos players a cada dia, que muitas vezes desconhecem as soluções disponíveis para a eficiência das campanhas”, explica. “O estudo é uma forma de mostrar o cenário e revelar o quanto as empresas podem evoluir em termos de desempenho ao acompanhar os números e desenvolver uma estratégia apropriada para este canal”, completa.

Ao customizar a pesquisa por setores da indústria e do comércio, a Return Path constatou que as empresas ligadas a saúde e beleza são as que têm mais êxito em atingir o público alvo, com entrega de 96% das mensagens, enquanto as de software e Internet são as mais prejudicadas, com apenas 43% de taxa de entregabilidade. 

O estudo também mostra, como exemplo, o sucesso da ação do Gmail em permitir que os usuários recebam mensagens de marketing em uma pasta e as pessoais em outra. “Fazer essa separação não desmotivou o engajamento. Ao contrário, mostrou que o consumidor gosta de emails, mas ignora as mensagens comerciais quando estas estão misturadas com seus emails pessoais. Portanto, a inovação promovida pelo Gmail foi benéfica tanto para os remetentes, quanto para os usuários”, disse Bucciarelli.

Mobile em alta

 Outro dado relevante diz respeito à expectativa no aumento do volume de emails marketing recebidos em época de compras do final de ano. O estudo mostra que o desempenho no período manteve a constância dos demais meses de 2013, pelo menos em campanhas legítimas. Em novembro, pela primeira vez, mais de 50% dos emails foram abertos em dispositivos móveis, sendo a maioria deles em iPhone e iPads, que não oferecem o recurso do webmail de alguns provedores, para que os clientes marquem uma mensagem como spam, poupando os remetentes de quaisquer danos à sua reputação.

Metodologia

O estudo da Return Path foi feito com base em mais de 490 milhões de emails comerciais enviados, com permissão, a consumidores de todo o mundo, entre maio de 2013 e abril de 2014. As estatísticas também consideraram o desempenho em mais de 150 provedores, na Europa, Ásia, Pacífico e Américas do Norte e do Sul.

 Entregabilidade por Setor

 colocação setor Taxa

 1º • Saúde e beleza 96%

 2º • Seguros 92%

 3º • Moda 

• Alimentos e bebidas

• Acessórios automotivos 91%

 4º • Varejo

• Organizações sem fins lucrativos 90%

 5º • Serviços corporativos

• Hospitalidade

• Financeiro 87%

 6º • Educação 86%

 7º • Viagens, recreação e lazer

• Comunicações 84%

 8º • Telecomunicações 82%

 9º • Editoras, broadcast, internet 81%

 10º • Biotecnologia 79%

 11º • Serviços de consumo 77%

 12º • Mídia e Entretenimento 74%

 13º • Tecnologia 70%

 14º • Software e Internet 43%

 

 Sobre a Return Path - http://br.returnpath.com

 




 

 

 

 

px

artigos

 
 
Luciano Antonio Serrano
Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
 
Allan Alves
10 dicas para aumentar a sua empregabilildade
 
   
- Mais vistos - Ver todos

 

 

 

 
 
       
 
  Pautas INCorporativa   PAUTAS INCorporativa
Assessorias de comunicação publicam seus releases e sugestões de pauta.
O site divulga os textos nas redes sociais e o distribui a jornalistas cadastrados. Saiba mais
 
  incorporativa negócios   INCorporativa NEGÓCIOS
Desenvolvemos sua publicação empresarial - jornais, revistas, informativos - Saiba mais
 
 
Noticias e Artigos  
Administração
Artigos Diversos
Artigos dos leitores
Comércio Exterior
Editoriais
Empreendedorismo - MPE
Entrevistas
Especiais
Eventos. Cursos.
Finanças e Economia
Franchising
Legislação / Jurídico
Mídias/Redes Sociais
Marketing, publicidade, Marcas
 
 
 
 
 
Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores. Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.
 
       
 
   

 

 

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2018.
Esta publicação online é gratuita, uma cortesia da 
© Editora INCorporativa - Comunicação e Produção Editorial

Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.