https://www.google.com/appserve/mkt/p/ABMBUQNF_ZZQIgLv7lqQNcSgvY2XHQqooDnzPrT-XURcaujJY2Rd0BUOgSoxn22cRrroXseTT_hpoLyOgzvCuSVAYFdcAPDvpAuF9gLgS074wgL4

ESTE SITE ESTÁ À VENDA

 

CONTATO


 
INC EmpreendedorINC Pautas..editora

 

MASTER PROFESSIONAL - Crie 5 produtos altamente lucrativos

Após 10 ANOS e 40.000 títulos publicados,
creio já ter feito o bastante pelo empreendedorismo,
ao menos por este canal.
Este site está à venda, completo, com domínio e clientes.
Entre em contato com sua proposta

 

INCorporativa Empreendedor

Gerenciador Financeiro
móvel
       
  Bookmark and Share    
#Negócios
Afinal o que é essa tal quebra de paradigma que tanto se fala?

Será que todos os paradigmas devem ser "quebrados"?

Este artigo foi visto 18990 vezes

08/10/2012 - Alessandro Ichikawa*

Digitando PARADIGMA no buscador líder da internet, teremos 25.6milhões de resultados em 0,16 segundos.

No topo aparece a seguinte descrição:
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

"Paradigma (do grego parádeigma) literalmente modelo, é a representação de um padrão a ser seguido. É um pressuposto filosófico, matriz, ou seja, uma teoria, um conhecimento que origina o estudo de um campo científico; uma realização científica com métodos e valores que são concebidos como modelo; uma referência inicial como base de modelo para estudos e pesquisas."

Então a famosa "quebra" de paradigma seria um novo modelo ou padrão a ser seguido.
Mas será que todos os paradigmas devem ser quebrados? E será as empresas (leia-se as pessoas que as compõe) estão preparadas para os paradigmas a serem quebrados?

Sim, pois são 2 grandes desafios para as companhias. O 1º é sem dúvida conseguir quebrar paradigmas e o 2º é conviver com um ambiente novo.

Muito se fala na quebra de paradigmas mas pouco se vê realizado efetivamente. Exemplo são os modelos de negócio B2B (negócios entre empresas) onde a cadeia pode ser resumida grosseiramente em 3 relações comerciais:

1 - entre o consumidor e o contratante - contrato fixo (assinatura, franquia, mensalidade, plano, etc),
2 - do contratante com o prestador de serviço - contrato variável (comissão de venda, aquisição, retenção, cobrança, chamada atendida, posição logada, posição disponível, etc)
3 - entre o prestador de serviços e seus fornecedores - contrato fixo (licença de uso de software, locação de espaço, leasing, etc)

O exemplo citado é uma oportunidade de quebra de paradigma pois o mercado atual, ditado por uma competitividade absurda, nos obriga a pensar em modelos que, quando não reduzem os custos, devem ao menos flutuar com a receita.

Mas como convencer acionistas que valores as vezes intangíveis como a importância de um determinado brand em nossa carteira de clientes, aumento de market share ou mesmo simplesmente não perder espaço para concorrência vale mais que margem ou receita?

Ou como apostar na possibilidade de ganhos maiores porém variáveis ao invés do conforto da previsibilidade da receita?

Uma vez um colega comentou sobre uma discussão com sua esposa que, para mim, é um bom exemplo de quebra de paradigma. Ele a fez mudar de idéia com um único argumento.

Ela defendia que ele deveria garantir sua aposentadoria com o governo mas ele argumentou da seguinte forma: "Você escolhe meu bem: posso pagar o carnê todo mês ou direcionar este dinheiro para comprar um imóvel, seja ele comercial ou residencial. Seu aluguel certamente será mais alto que o benefício que nós ganharíamos do governo além de mantermos o imóvel. Qual você prefere?"

 



Leia também:
  13/06/2017 - Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
  13/06/2017 - A Arte de Questionar-se!
  13/06/2017 - Atitudes de Lider - Líder Multiplicador

 

 

 

 

px

artigos

 
 
Luciano Antonio Serrano
Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
 
Allan Alves
10 dicas para aumentar a sua empregabilildade
 
   
- Mais vistos - Ver todos

 

 

 

 
 
       
 
  Pautas INCorporativa   PAUTAS INCorporativa
Assessorias de comunicação publicam seus releases e sugestões de pauta.
O site divulga os textos nas redes sociais e o distribui a jornalistas cadastrados. Saiba mais
 
  incorporativa negócios   INCorporativa NEGÓCIOS
Desenvolvemos sua publicação empresarial - jornais, revistas, informativos - Saiba mais
 
 
Noticias e Artigos  
Administração
Artigos Diversos
Artigos dos leitores
Comércio Exterior
Editoriais
Empreendedorismo - MPE
Entrevistas
Especiais
Eventos. Cursos.
Finanças e Economia
Franchising
Legislação / Jurídico
Mídias/Redes Sociais
Marketing, publicidade, Marcas
 
 
 
 
 
Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores. Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.
 
       
 
   

 

 

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2018.
Esta publicação online é gratuita, uma cortesia da 
© Editora INCorporativa - Comunicação e Produção Editorial

Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.