https://www.google.com/appserve/mkt/p/ABMBUQNF_ZZQIgLv7lqQNcSgvY2XHQqooDnzPrT-XURcaujJY2Rd0BUOgSoxn22cRrroXseTT_hpoLyOgzvCuSVAYFdcAPDvpAuF9gLgS074wgL4

ESTE SITE ESTÁ À VENDA

 

CONTATO


 
INC EmpreendedorINC Pautas..editora

 

MASTER PROFESSIONAL - Crie 5 produtos altamente lucrativos

Após 10 ANOS e 40.000 títulos publicados,
creio já ter feito o bastante pelo empreendedorismo,
ao menos por este canal.
Este site está à venda, completo, com domínio e clientes.
Entre em contato com sua proposta

 

INCorporativa Empreendedor

Gerenciador Financeiro
móvel
       
  Bookmark and Share    
#Finanças / #Economia
O Tempo passa, o tempo voa...

Em 2012, graças ao novo status ocupado pelo país em termos econômicos, temos nova alteração nas contas de poupança, mas desta vez, com responsabilidade e coerência. O Governo Federal preservou os contratos e direitos dos investidores, nesta modalidade de investimento.

Este artigo foi visto 4000 vezes

01/06/2012 - Carlos Renato*

O Tempo passa, o tempo voa...

Quem não se lembra da propaganda do banco Bamerindus, nos anos 90, na qual o ator Toni Lopes, um senhor calvo, de barba bem aparada, muito simpático, fazia o anuncio da conta poupança do banco. Ao fundo nos comerciais, sempre tocava um jingle, música para propaganda, com os seguintes dizeres: - "O tempo passa, o tempo voa; e a Poupança Bamerindus continua numa boa... é a Poupança Bamerindus!".

Este refrão repetia várias vezes, principalmente nos intervalos do Domingão do Faustão à época. Esta música ficou retida no subconsciente de milhares de brasileiros até os dias de hoje, principalmente nos que nasceram antes da década de 80.

O que muitos de nós não sabíamos, era que a refrão da música não era verdadeiro, pois como dizia o poeta Renato Russo “o para sempre, sempre acaba”, e com as mudanças da vida e principalmente da economia, a vida mudou e muito. O Banco Bamerindus faliu, após alguns escândalos e desvios financeiros, o Bamerindus sofreu intervenção do Banco Central e entrou no Programa de Estimulo Financeiro Nacional (PROER) em 1997, ou seja, dividiu o prejuízo com todos os brasileiros. O ator, aquele senhor extremamente simpático faleceu em 2004, e até a poupança que era intocável há mais de séculos, recentemente sofre alteração, a única verdade intocável do jingle é que o tempo voa.

Esta introdução foi para conversar um pouco sobre as alterações da poupança. No Brasil a poupança foi criada juntamente com a Caixa Econômica Federal, através do Decreto 2.723/ 1.861, assinado por Dom Pedro II. Tal dispositivo legal autorizou a “criação de uma Caixa Econômica, que tem por fim, receber a juro de 6% as pequenas economias das classes menos abastadas, e de assegurar, sob garantia do Governo Imperial, a fiel restituição do que pertencer a cada contribuinte, quando este o reclamar”. Outra alteração mais significativa foi introduzida em 1964, que instituiu a Correção Monetária para tais depósitos. Assim, além da remuneração anual de 6%, os valores depositados passaram a ser atualizados mensalmente pela Correção Monetária conforme índices definidos pelo Banco Central do Brasil.

Já mais próximo de nós, em 16/03/1990, sofremos a intervenção nas contas de popança através das medidas do Plano Collor I, que bloqueou todas as contas correntes ou das cadernetas de poupança que excedessem a NCz$50mil (Cruzado novo), os recursos foram congelados por 18 meses, recebendo durante esse período uma rentabilidade equivalente à taxa de inflação mais 6% ao ano. Esta medida traumatizou toda uma geração, levando até mesmo ao suicídio vários pais de famílias que ficaram desesperados por não terem dinheiro para honrar seus compromissos.

Em 2012, graças ao novo status ocupado pelo país em termos econômicos, temos nova alteração nas contas de poupança, mas desta vez, com responsabilidade e coerência. O Governo Federal preservou os contratos e direitos dos investidores, nesta modalidade de investimento. A alteração afetará somente os novos depósitos realizados a partir da publicação da Medida Provisória em 04/05/2012. Assim sendo, existirá a possibilidade de termos dois rendimento distintos, ou seja, os depósitos realizados até 30/04/2012 corrigidos pela TR + 6% e os depósitos após 04/05/2012 serão corrigidos pela TR+ variação da Selic (70% da Selic, quando esta for igual ou inferior a 8,5%).

Para o devido controle, alguns bancos criaram um digito a mais nas contas para diferenciar os depósitos.

A dica para garantir uma melhor taxa com as alterações é abrir uma nova conta, para novos depósitos e saques. Pois toda vez que houver um saque na conta de poupança, o dinheiro será sacado na parte que tem um maior rendimento, ou seja, na poupança realizada até 04/05/2012, que tem uma remuneração de TR + 6%. Com a abertura de nova conta poupança, você irá garantir uma remuneração fixa como a da época do império.

Saúde e Sucesso a todos que me leem.

 



Leia também:
  13/06/2017 - Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
  13/06/2017 - A Arte de Questionar-se!
  13/06/2017 - Atitudes de Lider - Líder Multiplicador

 

 

 

 

px

artigos

 
 
Luciano Antonio Serrano
Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
 
Allan Alves
10 dicas para aumentar a sua empregabilildade
 
   
- Mais vistos - Ver todos

 

 

 

 
 
       
 
  Pautas INCorporativa   PAUTAS INCorporativa
Assessorias de comunicação publicam seus releases e sugestões de pauta.
O site divulga os textos nas redes sociais e o distribui a jornalistas cadastrados. Saiba mais
 
  incorporativa negócios   INCorporativa NEGÓCIOS
Desenvolvemos sua publicação empresarial - jornais, revistas, informativos - Saiba mais
 
 
Noticias e Artigos  
Administração
Artigos Diversos
Artigos dos leitores
Comércio Exterior
Editoriais
Empreendedorismo - MPE
Entrevistas
Especiais
Eventos. Cursos.
Finanças e Economia
Franchising
Legislação / Jurídico
Mídias/Redes Sociais
Marketing, publicidade, Marcas
 
 
 
 
 
Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores. Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.
 
       
 
   

 

 

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2018.
Esta publicação online é gratuita, uma cortesia da 
© Editora INCorporativa - Comunicação e Produção Editorial

Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.