https://www.google.com/appserve/mkt/p/ABMBUQNF_ZZQIgLv7lqQNcSgvY2XHQqooDnzPrT-XURcaujJY2Rd0BUOgSoxn22cRrroXseTT_hpoLyOgzvCuSVAYFdcAPDvpAuF9gLgS074wgL4

ESTE SITE ESTÁ À VENDA

 

CONTATO


 
INC EmpreendedorINC Pautas..editora

 

MASTER PROFESSIONAL - Crie 5 produtos altamente lucrativos

Após 10 ANOS e 40.000 títulos publicados,
creio já ter feito o bastante pelo empreendedorismo,
ao menos por este canal.
Este site está à venda, completo, com domínio e clientes.
Entre em contato com sua proposta

 

INCorporativa Empreendedor

Gerenciador Financeiro
móvel
       
  Bookmark and Share    
#RH / #Gestão Pessoas / #Coaching
Como Lidar com Funcionários de Temperamento Difícil

Funcionários com personalidades difíceis não acreditam, na maioria das vezes, que eles tenham algo de errado. Eles pensam: “Este é o meu jeito de ser, e não há nada de errado comigo”. Veja como lidar com eles

Este artigo foi visto 519 vezes

27/04/2016 - Ernesto Berg*

Como Lidar com Funcionários de Temperamento Difícil
Por Ernesto Berg

Indivíduos com personalidades difíceis não acreditam, na maioria das vezes, que eles tenham algo de errado. Eles pensam: “Esse sou eu”, ou “Sempre fui assim”, e o senso de autopreservação faz que eles continuem desse jeito. Pessoas difíceis dificultam o atingimento de metas, absorvem seu tempo e energia, atrapalham no relacionamento da equipe e, frequentemente, são causadoras de conflitos, mesmo que às vezes não o queiram. O curioso é que muitas vezes são pessoas competentes que sabem executar seu trabalho, desde que as deixem trabalhar do seu jeito e no seu ritmo. Saber trabalhar com elas é uma habilidade gerencial fundamental para o sucesso do gestor.

Dicas
Reconheça que pessoas com personalidades difíceis existem e que, cedo ou tarde, você irá conviver com elas. O melhor a fazer é enfrentar a realidade e aprender a lidar com elas.

Reconheça que certas pessoas são incompatíveis entre si. Algumas vezes determinada pessoa se dá bem com várias outras pessoas, mas não com você. E de nada adianta ela dizer-lhe “Todo mundo gosta de mim”, e tentar empurrar a culpa do mau relacionamento para o seu colo. Se você tem uma índole equilibrada, não compre essa ideia.

Compreenda que você não pode lidar com pessoas difíceis do mesmo jeito que lida com as outras. Existem as que são irritadiças, outras sensíveis, outras ainda impacientes ou agressivas. É preciso saber agir em cada caso, pois são comportamentos crônicos. A razão e a lógica frequentemente não funcionarão com eles, por que são indivíduos governados pelas suas verdades internas, que não necessariamente se coadunam com a realidade em que vivemos.

A melhor maneira de interagir com esses indivíduos é conhecê-los. Procure saber quais são suas aptidões, seus interesses e motivações. Focado nisso poderá destinar-lhes as tarefas ou funções compatíveis com sua índole. Defina ações e prazos para desenvolverem os trabalhos e coloque-se à disposição se precisarem de ajuda. Peça-lhes sugestões sobre o que fazer e a melhor maneira de executá-lo. Monitore à distância o andamento das atividades para verificar se estão sendo realizados conforme combinado.

Quando surgir um conflito dialogue com calma, sem irritação ou impaciência, caso contrário estará dando à pessoa difícil um instrumento para manejá-lo. Mantenha um clima de respeito e entendimento, mas não se deixe manipular por atitudes agressivas ou sentimentais.

Cuide para que você mesmo não se torne uma pessoa difícil (se já não for). Se tiver certos comportamentos repetitivos e crescentes como: teimosia, perfeccionismo, autoritarismo, impaciência, agressividade, sensibilidade excessiva, omissão, o sabe-tudo, queixar-se continuamente, recriminar constantemente, fazer papel de vítima ou outros semelhantes, existe a forte chance de você se encaixar numa dessas duas alternativas: você está estressado, ou é uma pessoa de personalidade difícil mesmo.

De qualquer maneira é bom lembrar que todos nós temos algumas características das pessoas difíceis, em determinado grau. Neste caso, depende de como definimos o comportamento “normal”. O que num grupo de pessoas, certas atitudes ou comportamentos podem ser considerados normais, em outro, essas mesmas condutas podem ser mal vistas e até recriminadas. Um bom nível para definir a normalidade é o espírito de colaboração, respeito e consideração praticado entre as pessoas, e o padrão ético e moral com que se conduzem.

Texto extraído e condensado do livro Administração de Conflitos, de Ernesto Berg, Juruá Editora. Para adquiri-lo em formato e-book, ou em livro impresso, acesse www.quebrandobarreiras.com.br, seção de Ebooks, ou de Livros, conforme a preferência.

Ernesto Berg
Consultor de empresas, palestrante, articulista, autor de 15 livros, especialista em desenvolvimento organizacional, negociação, gestão do tempo, criatividade na tomada de decisão,administração de conflitos. Graduado em Administração e Sociologia, Pós-graduado em Administração pela FVG de Brasília. Foi executivo do Serpro em Curitiba e Brasília por 10 anos e Consultor Senior da Alexander Produfoot Company de São Paulo. É sócio-proprietário da Berg & Cia. empresa voltada para treinamento e desenvolvimento de recursos humanos.
Editor do site www.quebrandobarreiras.com.br voltado para a área de recursos humanos, administração e negócios.
Email: berg@quebrandobarreiras.com.br

 



Leia também:
  13/06/2017 - Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
  13/06/2017 - A Arte de Questionar-se!
  13/06/2017 - Atitudes de Lider - Líder Multiplicador

 

 

 

 

px

artigos

 
 
Luciano Antonio Serrano
Liderança Praticada na Azul Linhas Aéreas
 
Allan Alves
10 dicas para aumentar a sua empregabilildade
 
   
- Mais vistos - Ver todos

 

 

 

 
 
       
 
  Pautas INCorporativa   PAUTAS INCorporativa
Assessorias de comunicação publicam seus releases e sugestões de pauta.
O site divulga os textos nas redes sociais e o distribui a jornalistas cadastrados. Saiba mais
 
  incorporativa negócios   INCorporativa NEGÓCIOS
Desenvolvemos sua publicação empresarial - jornais, revistas, informativos - Saiba mais
 
 
Noticias e Artigos  
Administração
Artigos Diversos
Artigos dos leitores
Comércio Exterior
Editoriais
Empreendedorismo - MPE
Entrevistas
Especiais
Eventos. Cursos.
Finanças e Economia
Franchising
Legislação / Jurídico
Mídias/Redes Sociais
Marketing, publicidade, Marcas
 
 
 
 
 
Artigos refletem única e exclusivamente a opinião de seus autores. Todo o conteúdo divulgado decorre de informações advindas das fontes mencionadas, sendo, portanto, de responsabilidade exclusiva da fonte ou do autor, não cabendo à INC Comunicação ou à Revista INCorporativa responsabilidade por citações, teor, exatidão ou veracidade do conteúdo, produto ou serviço divulgado. Indicação de publicações são apenas para divulgação, não sendo avaliados por este veículo de comunicação.
 
       
 
   

 

 

INCorporativa, Revista INCorporativa, Revista Corporativa são Marcas Registradas - 2007-2018.
Esta publicação online é gratuita, uma cortesia da 
© Editora INCorporativa - Comunicação e Produção Editorial

Reprodução de conteúdo permitida com link para a fonte.